ps

June 12, 2008

up: coincidência não foi porque coincidência não existe, mas observei que este post foi escrito exatamente um ano depois da primeira entrada nesta casa, e isso é lindo.

___

Aconteceu que aquilo feito à palo seco acabou à míngua aqui. Depois, veio um vento bater à porta de um certo arpeggi e a coisa recomeçou vulgarmente com isso aqui. Entre tropeços se continuou, e o pródigo tornou enfim à casa, trazendo todos os trapinhos de lá novamente para cá. Nunca se soube, entretanto, o que viria depois. E, ponha-se expresso, não é de bem esperá-lo.

Interna e externamente, eu aprecio o desperdício do tempo. Uma conversa pode acontecer ao longo de vários dias, não tem problema. E a sua cara eu posso ignorar por algum tempo antes que me sirva de novo. O documento, antes que seja transportado ao seu destino, pode repousar alguns dias mais sobre a estante, a espera do pó que lhe confira dignidade. O cedê não precisa ser baixado de um suspiro que essa prática devota pressa à Música, e esta é a única coisa que Ela lhe pede para despojar. O pensamento pode ser concluído ao longo de diferentes caminhadas e não numa conversa em que são defendidas idéias de outros, que, idéias que são, jamais duraram mais do que o momento em que foram imaginadas. Mas você continua achando que vale a pena discutir aquelas coisas malucas de que ouviu.

Para além do fato de que sua memória pifa, a história a que você assistiu é só sua, então pare de correr atrás do hype da semana Lola. Saber uma historinha sobre Lynch não lhe ensina a ver ali ó, atrás dessa impostura – isso você aprende cultivando no tempo. Quando você se mexe aqui, a Ciência diz que algo se mexe junto em algum lugar do Universo, milhares de anos-luz away, assim que o que quer que os conecte é mais rápido que a mais rápida velocidade que vocês conhecem, bocós.

Você vai perceber que algumas pessoas passam a vida seguindo os passos errados, quando, em verdade, o erro primeiro é seguir passos.

Cheio de coisas dentro da mente, que, rolando de um lado a outro, às vezes se esbarram e resultam num “ah, então é isso”, coisas assim. Tudo advém de que um átomo pode ser previsível, mas opera segundo suas partes, que não o são, o que causa tudo, enfim. Mesmo essa sua orelha mal feita. Ou a reverberação que as pálpebras pesadas desta moça, de que estaria a falar, causam no ar cada vez que se cerram seus olhos. Eu pensava cá que uma uma mulher se conhece pelo beijo como um homem se conhece pelo apertar de mãos. Não importa que um sujeito inspire confiança e caráter; se ao fechar uma conversa ele lhe cumprimentar com uma mão tão frouxa quanto são as rugas de sua velha, boas coisas daí não saem. Um cumprimento frouxo deve aquecer as veias de um cidadão de decência ao passo que lhe gele o olhar para o interlocutor.

O caráter modifica mesmo o físico, posto o quê se denuncia pelo olhar como pelo nariz.

Às vezes você fica away, growing some things up. Tem aquela musiquinha, always look on the bright side of life e vai aquele solinho assoviado, se você preferir assim.

O tempo sempre passa e o tempo vai passando, e por mais que você sempre ouça isso do cara na tevê e comece a jurar pra si mesmo que não vai dar mais bola para os clichês da vida, eles vão lhe perseguir esteja você onde estiver com a companhia que desejar. De repente você se vê meio mortificado por tudo que está acontecendo, como se estivesse esperando por alguma coisa que vai fazê-lo sentar e escrever um monte de incoerências na tela do seu computador, que, vídeo, foto, música, lhe mostra o tempo que vai passando, cada vez mais corrosivo, cada vez mais voraz, de modo que se você não puxar rápido as rédeas de algumas coisas que deseja manter perto, logo será tarde.

Não há sonho em que refugiar-se porque você se tornou algo destruidor de si mesmo. Foi um erro, você pensa, ter se convertido nessa máquina, nesse monstro em convulsão, porque parece você já não pode divertir-se tão facilmente com as coisas do mundo. Agora a crítica tomou-lhe o espontâneo e todo mundo ao redor parece soar mesquinha e estúpido. Não é que você queira gentes geniais; você está numa porra de uma cadeira de universidade e não faz nada por ser genial, conquanto vá a preguiça fazendo troça da juventude. Você só não queria um mundo de frases prontas, essa desgraça que das gentes é feita. Assim sentem-se bem, pisam campo seguro ao desconsiderarem o arbítrio para além do suspiro. E já não há tempo, porque o barco parte muito em breve, quê há para se preocupar?

O amigo com quem você falava das suas coisas por quantas horas fossem sem que ninguém se desse aborrecido, que morava na rua de cima, e agora vive do outro lado da cidade, agora se preocupa com sua vida de gente com objetivos. O que dá na mesma dizer, na completa falta deles. Já não são as pessoas com quem você fez suas burradas mais incríveis – no sentido mágico que a juventude pode resgatar à semântica.

Agora, você dirige pela cidade sem nem saber onde está indo, porque já não há mesmo tantos lugares para se ir. Você dirige em busca de algumas cervejas e lembra do uísque que tem em casa, sem saber que o gosto pelo que os outros julgam árido é um sinal de que os vincos já começaram, aos poucos, a tomar o sopro que lhe move.

[uma longa pausa aqui]

March 28, 2008

bukowski

_

Tenho me entregado ao cansaco sem que isso pareca depender da minha propria vontade. Parece que todo o meu corpo esta a rebelar-se contra o frio da neve e contra o frio do metal que reveste as gentes e contra o frio da saudade.

Por exemplo, voce tem instrumentos que usa para se comunicar, mas as vezes voce nao encontra aquela expressao, a expressao perfeita, porque talvez ela nem exista. Ai voce cria novos simbolos, e nao ha nenhum problema nisso, exceto um: mais instrumentos representam apenas uma entropia maior no ato vago de comunicar-se. E bastante provavel que se voce nao estivesse tentado a fazer-se sempre compreendido, all the unborn chicken voices in your head comecariam finalmente a se tornar compreensiveis ao menos para voce mesmo.
Ninguem faz isso, entretanto, porque todos padecem da ansia por serem recordados. Tentam isso falando uns mais alto que os outros. E quem so quer um lugar sossegado para descansar e ouvir uma musica boa e ler um livro bom, tem todo o cenario desfigurado pelo barulho do sapateado.

A verdadeira revolucao e nao fazer por ser lembrado.

bring your own bombs

March 20, 2008

E realmente irritante, mas provavelmene nao se pode culpar os Estados Unidos por parir tantos jovens entusiasmados com o u.s.army. Se voce pensar em todos aqueles seus amigos com mais vento que o recomendavel dentro de um cranio, considere por um segundo que sao essas as gentes que ingresam nas forcas armadas – o que, no saldo, e quase a sua vizinhanca inteira. E isso for no good reason, apenas por ser uma das inumeras e estupidas opcoes que se pode fazer quando se e um dos inumeros jovens estupidos no mundo. Quando sua cabeca nao foi alem daquele limite que fosse o normal e o mundo seria mais civilizado. Mas para tanta gente a faixa que define o civilizado e tao dificil de achar que acredito ja nao possa andar de maos com o qualitativo normal.

Nao sou estatistico nem nada para dizer qual a percentagem do governo bush na manutencao da guerra, mas e certeza que esta nas casas das centenas de bilhoes. Se o Brasil, a imagem, desejasse jogar War num tabuleiro de verdade, tipo assim do tamanho do mundo, e, nesse intento, gastasse algum dinheiro em propagandas na teve mostrando o quanto o exercito e cool e que “democracy, we deliver”, a bandalheira provavelmente seria tao grande por la como e por ca, na America. E esses seus amigos mais-ou-menos seriam as pecinhas no cenario.

As influencias, entretanto, talvez ja nao estejam nas pequenas pecas, a dinamica geopolitica agora e outra – nao interessa. Fato e que, seja por uma inclinacao maior a realidade das coisas ou por pura preguica, e uma tal virtude que nao tenhamos essa gana bestinha pelo servir militar; ou assim: seja por inteligencia ou por mera indolencia, causa um certo orgulho que nao facamos no Brasil essa confusao besta entre patriotismo e burrice.

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.