iluminista

September 5, 2007

Sei lá, às vezes fico pensando que minha “missão” neste mundo de tristezas é colocar pequenos focos de luz direcionados para a mente de algumas pessoas que estejam na Idade das Trevas. Sou um tipo de iluminista assim e meu trabalho é dizer “aleijado, levanta-te e anda” ou algo muito próximo disso, mas isso foi uma metáfora, tá gente? Por sua natureza, é um trabalho bastante monótono, still, bem menos que o de um ascensorista, imagine. Isso ficou bem claro, a noção de que meu caminho é diverso do das demais gentes, quando notei que faculdade, seja qual for, é tudo a mesma merda. Esse semestre, por exemplo, tenho uma professora de redação histérica e pathetic; uma professora de editoração com um insuportável jeito gaúcho de ser-e-falar-e-pensar; um professor de teoria e método de pesquisa que tem um vulcão adormecido no lugar do nariz e se diverte com piadas que só ele entende; uma professora de redação para a internet que acha que sua utilidade (a da internet) é a de comprar botas israelenses; e uma santa, que logicamente só a chamo santa pelo contexto em que isso se aplica, como é com qualquer santo (vejam que se eu morasse no Rio Grande do Sul também seria canonizado, pois essa é apenas uma questão de espaço geográfico). (E, olha só, hoje dei pra implicar com essa gentinha de bombacha). Mas tem essa santa, professora de estética, que é toda-toda e que se não tivesse já uns 50 anos bem vividos eu até que pensaria em desposá-la. É que é mesmo interessante isso de aprender coisas novas com uma mulher, conquanto geralmente são os homens que as devem ensinar as pequenas malícias veladas do mundo. (Machismo? Leia novamente a frase, do começo).

Daí que ter apenas uma boa matéria num semestre inteirinho faz as pessoas perderem um pouco o rumo e freqüentarem muito pouco as aulas e se perguntarem alarmadas qual então é o caminho a seguir. Ou apenas podem relaxar, colocar-se em dia com sua raison d’être – os volumes caprichosamente enfileirados na prateleira –, e fingir que nutrem a convicção de possuir uma “missão” mais nobre que as outras pessoas. Só por petulância mesmo.

 

One Response to “iluminista”

  1. Lali Says:

    =D

    só essa carinha já está bom né
    haoihaoiahaoihaoi
    já sabe o que penso dos teus textos…

    bjoo!


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: