Ok this one’s for Gabby

September 30, 2007

O problema de um blog ter esse formato aberto, leitura para quem quiser, é que esse quem quiser é quem quiser realmente mesmo quando esse quem quiser se refere à tia de quem você falou mal três posts atrás. E não venha com esse papo barato que você já começou a tirar do bolso, George Boy; eu sei muito bem que manter um blog nada tem a ver com manter um diário – embora lutasse com espadas à honra de que o blog tenha essa aura de diário pois que isso tem seu quê romântico – o blog é mais que isso, está em outro nível: não serve apenas para narrar os umbiguentos momentos, e reclamar de falta de privacidade seria idiotice. A questão aqui, senhores, é muito mais profunda, muito mais profunda.

A escrita é um refúgio, é a verdade. E isso é tão lógico que não se pode negar. A escrita é o bunker dos poetas, o ombro parceiro do amargurado, o companheiro fiel do boêmio que tem motivos nobres para ser boêmio; motivos que as almas pequenas jamais compreenderão, motivos que fariam os cabelinhos das costas de uma senhorita inexperiente recrudescer-se para um frêmito de pavor e compaixão que a perpassaria da cabeça aos pés. E é fato que uma vida mais sofrida garante um texto bastante melhor. O escritor que sofre é o que verte uma prosa mais bela, conquanto este sofrimento corresponda a uma vida de mais intensidade, mental ou física. Os quais tiveram tempo de tornar-se íntimos da pena foram os que mais desgostos tiveram. Isso, porém, se reflete na fonte e não na obra; se bem que os grandes tenham um ritmo sempre regido na clave da melancolia.

Sendo então o amparo, é inevitável que vez ou outra se imprima no papel uns versos de cumplicidade. Posto o quê, é inevitável que vez ou outra se escreva sobre uns assuntos mais assim. Nenhum problema até então. Eles começam quando esses assuntos e impressões dizem respeito a pessoas próximas que tenham tomado nota da existência do blog. Há o jeito difícil de se resolver isso que é escrever e trancar a folha à chave na gaveta da escrivaninha. Difícil porque custa muito aos literatos segurar para si as pequenas pedras que lapidam. No geral, são as pedras em que seu trato mais se aprimorou durante a vida e, portanto, as partes que melhor têm para oferecer de si à batalha contra a mediocridade. É difícil para estes senhores que se contenham pois detêm consigo, à custa de muita dedicação, conhecimentos milenares de caráter e sabedoria, aham. O jeito fácil é publicar de uma vez e atirar essas pedras para o alto, a fim de que tenham início suas trajetórias pelo infinito até que encontre-as, neste mundo ou em outro, alguém que delas necessite.

O que teria dito, pura e simplesmente dito, em outro momento qualquer, dizia respeito à poesia do vinho, essa tão nobre bebida que serve aos deuses desde que o homem é homem, e que apesar de uma poética rebuscada, talvez somente tenha a dizer que as coisas apenas são, e que o vinho deve ser apreciado tendo-se isso em mente; tendo à mão que os conhecimentos todos tornam-se supérfluos no momento em que atingimos o âmago dos prazeres. Assim é que ensina Mestre Caeiro, e não por acaso é entre todos o Mestre.

O problema de um blog ter esse formato aberto, leitura para quem quiser, é que teria ido além disso, e depois de uma visita mais à taça que no momento tenho por companheira, me debruçaria ternamente sobre alguns temas que colocam um homem vulnerável, assim que me calo à força do silêncio.

 

2 Responses to “Ok this one’s for Gabby”

  1. Lali Says:

    Olá menino!!

    O negócio é falar na cara mesmo…
    iaohiahaoiahoaiha
    estava a semana toda esperando por um sinal de vida desse blog, não que eu goste dele sabe hoahiaihao ¬¬

    Bjo deco
    até outra hora…
    =***

  2. Fabiane Says:

    Sim, um refúgio…


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: