wonderland

December 26, 2007

Kjartan Sveinsson, Sigur Ros, respondeu assim ao Pitchfork quando questionado se a banda ja tinha pensado em escrever musicas em ingles: “I think it’s a bit like lying. If we were to sing in English, it woudn’t be honest,” e se pode tirar umas 31 interpretacoes diferentes do dito; conquanto uma apenas venha a interessar. Uma lingua diferente e uma maneira diferente de se pensar (sobre) a natureza, as borboletas, os trens-fantasmas e a luz dos olhos teus. O drama consiste em que e penoso adaptar seus sentidos a uma lingua que de tao simples da ate um nervoso quando voce deixa escapar algo. Pois e como se no ingles seus ornados pensamentos perdessem todos os galhinhos floridos e virassem debeis ossinhos secos. Mas faco ja uma abertura a justica*: e muito divertido falar em ingles, ler Alice no Pais das Maravilhas em ingles, e apesar de que Meu Deus, aquilo que os australianos falam nao seja ingles, mesmo com eles e interessante conversar, e tem o british accent, que me faz suspirar como uma dama rameira, tudo isso. Ao que consta, existem, inclusive, 14 formas diferentes de se usar a f-word, como a chama Forrest Gump, mas o uso de 5 ja enjoa um monte.

*duas paginas de Chesterton ja trucidam qualquer dos meus argumentos, mas vamos fingir.

5 Responses to “wonderland”

  1. andré Says:

    vc é tão tosco

  2. Dael Says:

    dude, pior que sou mesmo neh

  3. andré Says:

    sério. nao vai demorar até tu se arrepender de ter jogado essas merdas na internet sem pseudônimo

  4. Dael Says:

    samerda neh

  5. Lali Says:

    Beijos!


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: